Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dias dolorosos estes. Chegam até ao osso e fazem-me estremecer. Todas as razões válidas e inválidas têm esse poder sobre mim.

Às vezes penso que não fui mesmo feita para esta vida ou quaisquer outras vidas.
Ou que sou nada, que no fundo sou mesmo, porque só quem executa acções em favor dos outros, com bondade, consegue deixar um legado e ser tudo.

São dias intermitentes de humor eufórico e humor depressivo que só me fazem sentir mais o desgaste de quem sente que não tem um futuro assegurado ou sequer um futuro.

Neste momento, eu, sendo ninguém, não sou o que queria ser. Já outros ninguéns são o que queriam ser. Ninguéns confortáveis com o seu ser.

"Niguém é quem queria ser. Eu só queria ser ninguém." - Manel Cruz

publicado às 23:20


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D