Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

vox nihili

vox nihili

01
Out17

b o o m

vox nihili

Sempre tive uma grande necessidade de me expressar, ainda que, por vezes, de uma forma mais abstracta ou não tão directa. 

Costumo rabiscar, incessantemente, cadernos e folhas soltas com frases que me afagam o espírito.

Confesso que me expresso melhor quando ando mais triste, ainda que de uma forma mais introvertida, por via da escrita.

 

Depois, tenho dias como o de hoje, em que a minha mente não relaxa por um único momento e me crescem milhentas ideias na cabeça. 

Surgiu-me então uma ideia que achei genial. Deixei de ouvir quem falava comigo na altura, deixei o jantar a meio e vim logo anotar tudo. Tudo o que me vinha à cabeça. Ainda fiz uns drafts no photoshop.

Corri a tentar angariar informação de como o podia fazer. You name it! 

Fiz tudo de empreitada.

 

De repente... vazio. Senti um vazio inexplicável. Quase que com ele trouxe alguma preguiça à mistura, não sei.

Parece que tenho estes episódios de criatividade de forma limitada. 

 

Estou tão cansada.

2 comentários

Comentar post