Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dias dolorosos estes. Chegam até ao osso e fazem-me estremecer. Todas as razões válidas e inválidas têm esse poder sobre mim.

Às vezes penso que não fui mesmo feita para esta vida ou quaisquer outras vidas.
Ou que sou nada, que no fundo sou mesmo, porque só quem executa acções em favor dos outros, com bondade, consegue deixar um legado e ser tudo.

São dias intermitentes de humor eufórico e humor depressivo que só me fazem sentir mais o desgaste de quem sente que não tem um futuro assegurado ou sequer um futuro.

Neste momento, eu, sendo ninguém, não sou o que queria ser. Já outros ninguéns são o que queriam ser. Ninguéns confortáveis com o seu ser.

"Niguém é quem queria ser. Eu só queria ser ninguém." - Manel Cruz

publicado às 23:20

Eu nunca via reality shows. Jurava pela minha vida que era algo fútil.
Nesta edição de BB2020, comecei a ver devido ao Diogo, um dos concorrentes.
Considero-o importantíssimo por dar forte relevância ao tema da saúde mental. Que é tão importante como a física. E, neste momento, o apresentador, está a ser tudo menos compreensivo.

Entendemos todos que é um jogo e que há provas a cumprir. Mas reparemos, o Diogo, sabendo disso, diz que pode lidar com as penitências.

Aos meus olhos, vejo um apresentador que o está a pressionar e a mostrar uma insensibilidade incrível e sinceramente, não é algo que me cative ver.

publicado às 22:09


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D